28 de Abril de 1940: o "Dia 0" da Ferrari



Há 80 anos fazia a sua estreia o Auto Avio 815.


Devido a um acidente na edição de 1938, Benito Mussolini proibiu a realização das Mille Miglia de 1940. Contornando a proibição, a organização promoveu o Grande Prémio de Brescia. Também Enzo Ferrari estava contratualmente proibido de fazer correr um carro seu, mas fez alinhar dois Auto Avio 815. Esse dia 28 de Abril de 1940 marca o início da Ferrari.
Passados 80 anos, o G.P. de Brescia – prova triangular, ligando Brescia, Mantua e Cremona – é hoje considerado como mais uma edição das Mille Miglia.
E a estreia dos Auto Avio como o "Dia 0" da história da Ferrari.
Ao deixar a Alfa Romeo, em Setembro de 1939, Enzo Ferrari assinou um contrato segundo o qual não poderia fazer correr automóveis com o seu nome durante o período de quatro anos.
Ferrari cumpriu… ao criar a Auto Avio Construzioni (ou AAC).
Nas instalações que depois seriam da Ferrari, Enzo e a sua equipa, tendo por base o Fiat 508 C, desenharam e construíram os Auto Avio, que alinhariam em Brescia com Lotario Rangoni e Alberto Ascari ao volante.
Devendo a sua denominação, 815, ao facto de ter um motor de oito cilindros e 1,5 litros de cilindrada, que debitava 75 cavalos, o novo modelo foi criado, desenvolvido e fabricado em apenas quatro meses.
Ascari chegou a liderar a sua categoria, mas nenhum dos Auto Avio chegou ao final da prova.
Depois, com o avançar da Guerra, o desenvolvimento do novo automóvel parou e a Auto Avio passou a ser quase exclusivamente uma indústria fornecedora das Foças Armadas italianas (o que lhe valeu, inclusive, ter as suas instalações totalmente destruídas pelos bombardeamentos Aliados).

Quando a Guerra terminou, em 1945, Enzo Ferrari já estava livre do seu acordo com a Alfa Romeo e fundou, dois anos depois, sobre os escombros da Auto Avio Costruzioni, a Ferrari S.p.A.
28 de Abril de 1940: o "Dia 0" da Ferrari 28 de Abril de 1940: o "Dia 0" da Ferrari Reviewed by Auto Vintage on 28.4.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.