…e os líderes resistiram ao Turini



Henrik Bjerregaard-Jaromir Svec (Ford Escort RS2000) venceram o Monte-Carlo Historique.

O dinamarquês Henrik Bjerregaard, navegado pelo checo Jaromir Svec, conseguiu superar as dificuldades da noite do Turini e regressar ao Mónaco na primeira posição da edição deste ano do Rally Monte-Carlo Historique.
São muitos os pontos inéditos desta vitória no Historique. Já com algumas participações na prova, Henrik Bjerregaard estava longe de ser, à partida, apontado como um dos favoritos. Aliás, o próprio, na hora de celebrar, dizia estar "surpreendido".
É certo que tinha a vantagem de ser residente no Mónaco e, por esse motivo, ser um bom conhecedor das estradas da recta final da prova.
Mas, contra si tinha o que aparentava ser um factor determinante: era a primeira prova em que seria navegado pelo checo Jaromir Svec… que nunca tinha feito um rali de regularidade.
Nada mau para um principiante…
A noite final da grande maratona saldou-se pela confirmação da vitória da dupla do Escort nº 110, mas também por algumas mexidas nos lugares imediatos, com os espanhóis Rafael Fernandez Cosin-Julen Martinez-Huarte, em Lancia Fulvia HF 1.6, a subirem à segunda posição, a 23 segundos dos vencedores.
Completaram o pódio, a um segundo, os também espanhóis Juan Carlos Zorrilla-Hierro-Marcos Gutierrez-Dominguez, em VW Golf GTi, que seguraram esse lugar, também, por um segundo, face a uma espectacular recuperação (de 17º para 4º) de Bruno Saby, navegado por Christophe Marques, num Renault 5 Alpine.
Aliás, a noite do Turini – será por acaso? – parece ser a noite dos antigos campeões. É que nos 35 quilómetros da penúltima Zona de Regularidade o melhor (ex-aequo com Karolis Raisys) foi o "estreante" Walter Röhrl.
Quem sabe não esquece.





Fotos ACM-Lillini
…e os líderes resistiram ao Turini …e os líderes resistiram ao Turini Reviewed by Auto Vintage on 5.2.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.