Ramos-Tavares sextos no Costa Brava



Num rali dominado pelas equipas locais, campeões nacionais foram os primeiros estrangeiros.


A dupla Carles Fortuny-Carles Jiménez, em Lancia Beta Coupé, venceu a edição deste ano do Rally Costa Brava Historic. Os campeões nacionais, António Ramos-Ivo Tavares, em Toyota Corolla GTi, na sua estreia na prova, terminaram na sexta posição, primeiros da respectiva categoria.
Numa edição unanimemente qualificada como das mais duras do Costa Brava Historic, os pilotos locais monopolizaram as primeiras posições.
Para além de Fortuny-Jiménez, já vencedores em 2017, na segunda posição ficaram os primeiros do ano passado, David Nogareda-Sergi Giralt, em Porsche 911S, completando o pódio Eduard Poveda-Joan Jordan, em Volkswagen Golf GTi.
Todos catalães, tal como os quartos e quintos. Ou seja, Ramos-Tavares não só foram os primeiros os primeiros não locais como os melhores estrangeiros…e melhores nacionais.
Jorge Coelho-Tiago Caio, que terminaram na 35ª posição, e João de Brito-Suzana de Brito, em 45º, foram as outras duplas portuguesas que chegaram ao final, registando-se ainda o 13º lugar de António Caldeira, a navegar o francês Verneuil.

Das 89 equipas que alinharam à partida, após as duas etapas (de 12 e 14 horas), nas quais estavam incluídas 27 "especiais", apenas 59 chegaram ao final do rali, o que ilustra bem a dureza da prova.
Ramos-Tavares sextos no Costa Brava Ramos-Tavares sextos no Costa Brava Reviewed by Auto Vintage on 29.4.19 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.