União Europeia liberta marca GTO



Ferrari derrotada pela Ares Design, que quer construir 10 unidades da sua recriação.

Os que aqui nos seguem provavelmente ainda se lembram da notícia que demos a 21 de Junho de 2019: o Tribunal de Bolonha determinou, então, que ninguém poderia criar uma recriação do Ferrari 250 GTO. Agora, o Gabinete de Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) veio derrogar aquela decisão.
Se fosse um jogo de futebol, diríamos que a Ferrari estava a ganhar ao intervalo, mas que no final que venceu foi a Ares Design, que tem anunciada a construção de 10 unidades da sua recriação (a Ares diz que não é uma réplica) do modelo mais valioso do Mundo, o 250 GTO.
Criada em 2014 por Dany Bahar, antigo CEO da Lotus, a Ares Design tornou-se conhecida pela construção de séries limitadas evocando automóveis míticos, como aconteceu com o seu modelo Panther, uma “homenagem” ao De Tomaso Pantera, tendo por base a mecânica do Lamborghini Huracán.
Segundo o Gabinete de Propriedade Intelectual da União Europeia a não utilização continua nos últimos cinco anos da denominação ou da forma do 250 GTO retira à Ferrari o direito exclusivo a produzir o modelo.
Recorde-se que foi essa linha de argumentação que a Ineos usou para criar o seu modelo Grenadier, que será em tudo idêntico ao Defender, apesar da oposição inicial da Land Rover.
Ironicamente, a Ferrari utilizou há meses a mesma linha de argumentação, junto da mesma entidade europeia, para poder usar a denominação “Purosangue” no seu SUV, depois de ter visto a Fundação Purosangue, que já não estava activa há cinco anos, ter tentado travar a utilização do seu nome. Nesse caso, a EUIPO deu razão à Ferrari.

Imagem: Ares Design
União Europeia liberta marca GTO União Europeia liberta marca GTO Reviewed by Auto Vintage on 7.7.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.