Rampa dos Barreiros



Vitória de Jorge Gouveia-Manuel Baeta, em Porsche 91 SC

Da Avenida Sá Carneiro à Rua Dr. Pita, junto ao portão da Quinta Magnólia. Cerca de 1.250 metros. A quase totalidade do traçado que em 1935 serviu de palco à primeira Rampa dos Barreiros. Hoje uma prova de Regularidade, integrada no Madeira Classic Car Festival, a Rampa dos Barreiros de 2017 teve como vencedores Jorge Gouveia e Manuel Baeta, em Porsche 911 SC, de 1981.
O objectivo dos concorrentes à actual Rampa dos Barreiros é ser o mais regular possível nas três subidas de prova que efectuam. Isto, cumprindo uma média mínima de 36km/h e máxima de 55. No final, a classificação é ordenada por décimos (ou centésimos) de segundo.
Como dissemos, a dupla Jorge Gouveia-Manuel Baeta foi a mais regular, com um total de 0,41 pontos, seguida (com 0,47) de Jorge Gordon-Maria da Luz Gordon, num Triumph TR3, de 1953.
Completou o pódio um dos mais originais automóveis à partida, o Sovam Coupe Sport 1100 A, da equipa José Camacho-Sérgio Matos (0,49 pontos).
Sempre acompanhada por muito público, da partida à chegada, a Rampa dos Barreiros é encarada por muitos como "a prova que todos querem ganhar" – e no total foram oito as equipas que somaram menos de um segundo na diferença das três subidas – outras, apenas participar.
Terá sido esse o espírito do condutor do automóvel com o nº 13, nada menos que o secretário do Turismo, Eduardo Jesus, ao volante de um belo Alfa Romeo Giulietta Spider, de 1956.


Fotos de Rui Correia







Rampa dos Barreiros Rampa dos Barreiros Reviewed by Auto Vintage on 1.6.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.