Não faltaram milhões no leilão de Hampton Court



Dos 15 automóveis à venda, apenas um (o Aston Martin DB4 GT Zagato) não encontrou novo dono.


Como aqui dissemos há dias, o leilão organizado pela Gooding & Company para o fim-de-semana de Hampton Court era curto, mas muito valioso. 15 automóveis à venda… e 14 encontraram comprador. Entre eles o Bugatti T59, que ultrapassou os 10 milhões de euros.
O Aston Martin DB4 GT Zagato, de 1961, que tinha um valor estimado entre os sete e os nove milhões de libras, apenas se torna notícia pelo facto de ter sido o único que ficou sem novo dono.
Foi a excepção que contrariou a regra.
No total, o leilão da Gooding – que fazia a sua estreia na Europa – movimentou mais de 38 milhões de euros, sendo a maior parte pelo que foi pago pelo Bugatti T 59 Sports, de 1939, que foi do rei Leopoldo da Bélgica: 10.690.100.
Mas não se ficaram por aqui os valor altos. Os outros dois Bugatti que constavam do catálogo, um T 35C Grand Prix e um T 57S Atalante, foram vendidos, respectivamente, por 3,9 e 7,8 milhões de euros.
Ultrapassaram também a barreira de um milhão de euros mais cinco automóveis: o Lamborghini Miura P400 SV Speciale (3,2 milhões), o Aston Martin Ulster (1,5 milhões), o Vauxhall 30-98 OE Type Wensum (1,2 milhões) e o Aston Martin DB3S (3 milhões).
Todas estas vendas, segundo a leiloeira, estabeleceram novos recordes para o respectivo modelo.

Foto: Gooding & Company
Não faltaram milhões no leilão de Hampton Court Não faltaram milhões no leilão de Hampton Court Reviewed by Auto Vintage on 22.8.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.