Maserati celebra 60 anos do 5000 GT



Em homenagem a quem o encomendou, modelo foi apresentado com o nome de "Xá da Pérsia".

Foi na edição de 1969 do Salão de Turin que a Maserati apresentou pela primeira vez o 5000 GT, o seu coupé 2+2 de luxo, nascido do pedido de um cliente especial, Reza Pahlavi. Em homenagem ao cliente, na primeira apresentação, o modelo foi mostrado com o nome de "Xá da Pérsia".
Em 1958 o topo da oferta da Maserati era o 3500 GT. Reza Pahlavi experimentou-o. Gostou, mas disse que gostaria de ter um automóvel mais potente.
Nasceu assim, sob a batuta de Giulio Alfieri, director técnico da marca, o projeto AM103, não uma evolução do 3500 GT, mas um carro novo, com o motor V8 do 450S de competição, com a cilindrada aumentada para quase 5.000cc.
Com carroçaria Touring, deste modelo só foram feitas três unidades. Mas, a base era tão boa que a Maserati forneceu mais 31 automóveis a praticamente todos os grande carroçadores italianos da época, existindo, para além dos Touring, os 5000 GT com assinatura Allemano, Pininfarina, Monterosa, Ghia, Bertone, Frua e Michelotti (para a casa Vignale).

Às qualidades do Maserati 5000 GT não resistiram figuras como o príncipe Karim Aga Khan (carroçaria Frua), Gianni Agnelli (Pininfarina), Ferdinando Innocenti (Ghia), o actor Stewart Granger (Allemano) e o presidente mexicano (Allemano).
Maserati celebra 60 anos do 5000 GT Maserati celebra 60 anos do 5000 GT Reviewed by Auto Vintage on 3.12.19 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.