"Still for sale": quantidade e qualidade



Muitos automóveis que não encontraram comprador nos leilões do Arizona continuam à venda.

Falámos aqui ontem dos destaques dos leilões da RM/Sotheby's e da Gooding & Company – respectivamente, o Ferrari 250 GT Coupe Speciale e o 275 GTB Protótipo – que ficaram por vender. Mas não são casos únicos. A frase "Still for sale" está sobre muitos e bons automóveis.
Se o Ferrari amarelo do catálogo da Gooding apenas recebeu como oferta máxima de 4,75 milhões de dólares, quando o vendedor esperava no mínimo seis milhões, e o exclusivo Ferrari 250 GT Coupe Speciale teve como lance máximo 7,5 milhões, longe dos dez milhões de preço de reserva, certo é que também há automóveis de valores muito mais baixo que ainda aguardam por novo dono.
Do catálogo da Worldwide Auctioneers, por exemplo, ainda aguardam por comprador modelos como um Porsche 356 C, de 1965, um Chevrolet Corvette, de 1953, ou uma VW "Pão de Forma", de 21 vidros, de 1966, pela qual o vendedor pretende 130 mil dólares.
Do leque dos não vendidos do catálogo da RM/Sothebys, destacam-se dois Ford RS200, de 1986, dois Mercedes 300 SL (um Roadster e um Gollwing), mais um Corvette, de 1953, e, tal como na Gooding, um Jaguar XK 120.
Das "sobras" do catálogo da Bonhams ressaltam um Porsche 904 GTS, de 1964, que tinha como mínimo 1,4 milhões de dólares, um AC ACE Bristol, de 1957, com preço mínimo estimado de 300 mil dólares, e um Mercedes 280SE 3.5 Coupé, de 1971, pelo qual ninguém ofereceu os mínimos 150 mil dólares.

No total, dos 3.294 automóveis levados ao palco em todos os leilões, ficaram 634 por vender. No seu conjunto, dariam um leilão do outro mundo…
"Still for sale": quantidade e qualidade "Still for sale": quantidade e qualidade Reviewed by Auto Vintage on 22.1.19 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.