Aghem ganha "Monte"



Veterano italiano da Regularidade levou Fulvia ao triunfo no Historique.

Gianmaria Aghem pode dizer "Finalmente!". Terceiro em 2016, segundo em 2017, o veterano italiano da Regularidade, navegado por Diego Cumino, levou finalmente o Lancia Fulvia Coupé 1200, de 1965, ao triunfo no Rallye Monte Carlo Historique.
Senhor de um invejável palmarés na Regularidade, Gianmaria Aghem conseguiu resistir à Etapa Final e levar o pequeno Fulvia à vitória na 21ª edição do Historique, sendo esta é a segunda vez que a vitória vai para a família, já que o filho de Aghem, Marco, havia vencido no ano de 2005.
Partindo para a derradeira tirada empatado com o alemão Michael Bruns, o rali acabou por ficar decidido quando, na primeira das duas "especiais" da Etapa Final a mecânica do enorme Ford Falcon do germânico o obrigou à desistência no Turini.
Em franca recuperação, mas impotente para chegar à liderança, a dupla grega George Delaportas-Spyros Moustakas, em VW Golf GTi, subiu à segunda posição, ali se mantendo até ao final.
Completou o pódio o, sempre muito regular, polaco Stanislaw Postawka (navegado por Andrzej Postawka), no Zastava 1100.
Esta edição do Monte Carlo Historique, embora por ordem diferente do ano passado, acabou, portanto, com o pódio formado por automóveis que competiam em médias diferentes: Aghem em Baixa, Delaportas em Alta e Postawka em Intermédia.
Tendo chegado ao final 258 equipas, das 308 que alinharam à partida, o português António Caldeira, que navegava o francês Jean-Pierre Verneuil, terminou na 41ª posição.





Fotos: AMC
Aghem ganha "Monte" Aghem ganha "Monte" Reviewed by Auto Vintage on 7.2.18 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.