Estoril Racing Festival



Provas de Resistência… com vários "sprints".

Os 250Km, reservados aos automóveis do Historic Endurance, e as Duas Horas, para os carros do CSS Grupo 1 B, foram provas de Resistência, mas nem por isso deixou de haver disputas ao sprint. Que o digam os vencedores da primeira das provas, que só chegaram à liderança a dez minutos do final da corrida.
Apesar de ter o melhor tempo dos treinos, no início da prova o Ford GT 40 da dupla Georg Nolte-Frank Stippler "afundou-se" na grelha e os pilotos tiveram de dar tudo para chegarem, a dez minutos do final, à primeira posição, que seguraram face à perseguição de Paul Daniels, em Porsche Carrera RS, e de Michel Champagne, em Chevrolet Corvette Grand Sport.
Bem mais tranquila foi a vida de Carlos Dias Pedro – o dominador da época do CSS, em Ford Escort, que no Estoril partilhou com Ricardo Pereira –, que dominou completamente as Duas Horas, chegando ao final com uma volta de vantagem para a restante concorrência.
Mas foi aqui, entre Manuel Cabral Menezes (secundado por João Ralha) e Rafael Cerveira Pinto (que partilhava o volante com Nuno Andres), ambos em VW Golf GTi, que a luta se fez ao décimo de segundo. Terminaram colados, por aquela ordem, e empatados em pontos, acabando o título por ser para Cerveira Pinto, pelo facto de ter somado um ponto por ter a volta mais rápida.

Por fim, no que diz respeito aos Mini – que disputaram a prova de Resistência e duas de Spint, apenas pontuando estas últimas – a vitória no Troféu foi para Rui Costa, que averbou no Estoril um segundo e um terceiro lugares.
Estoril Racing Festival Estoril Racing Festival Reviewed by Auto Vintage on 13.11.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.