O dia em que Portugal passou a ter um Autódromo



Pista do Estoril inaugurada a 17 de Junho de 1972.

Numa altura em que se fala insistentemente do regresso da Fórmula 1 a Portugal (mais exactamente ao Autódromo Internacional do Algarve), lembramos uma efeméride de há 48 anos: a inauguração do Autódromo do Estoril.
Aspiração antiga de um pequeno e pobre país, o Autódromo do Estoril, erguido graças ao espírito empreendedor da recém-falecida Fernanda Pires da Silva, teve a sua inauguração a 17 de Julho de 1972.
Seguindo o projecto do arquitecto brasileiro Ayrton Lolô Cornelsen (autor, também, dos autódromo de Jacarepaguá e de Luanda), também ele falecido há poucas semanas, o Circuito do Estoril, com as suas 13 curvas e um perímetro de 4.360 metros, recebeu então um vasto programa de corridas, desde as nacionais de Turismo de Série e Turismo Especial, às internacionais de Sport-Protótipos e de Fórmula 3.
Doze anos foi o tempo que a pista do Estoril teve de esperar até receber uma corrida do escalão máximo do desporto automóvel, quando ali se correu o Grande Prémio de Portugal de 1984, que terminou com a vitória de Alain Prost.
Longe iam os tempos do Circuito da Boavista (1958 e 1960)
e de Monsanto (1959) e Portugal tinha, então, uma pista ao nível das melhores no Mundo.
Por ali passou a Fórmula 1 até 1996, ano em que o Circo se despediu de Portugal.
Quem sabe se até ao próximo mês de Outubro?




O dia em que Portugal passou a ter um Autódromo O dia em que Portugal passou a ter um Autódromo Reviewed by Auto Vintage on 17.6.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.