Delecour: a estrela maior



Francês dominou o RallySpirit Altronix


Maior estrela da edição de 2018 do RallySpirit Altronix, o francês François Delecour, navegado por Valérie Closier e tripulando um Ford Sierra Cosworth 4×4, colocou em em prática toda a sua experiência e dominou por completo a prova.
Quem sabe não esquece, costuma dizer-se, e Delecour, ao volante de um Ford Sierra Cosworth 4X4, idêntico ao que levou a sucessos na alta roda dos ralis, confirmou a máxima.
Para o gaulês, porém, o triunfo não foi o mais importante: “Este é um rali diferente, onde a competição é importante, mas onde a envolvência lhe dá um sabor muito mais especial. Como Rally-Legend que é, proporciona um contacto com os amantes deste desporto, numa ambiência de pura descontração que, hoje, é impossível encontrar nos ralis de Campeonato do Mundo ou do Europeu", referiu.
Integrado na categoria Spirit, o francês escapou à forte luta que existiu pelos lugar a seguir ao seu – o próprio reconheceu que "os pilotos portugueses deram lutam e fizeram com que nunca pudesse verdadeiramente descansar” –, que terminou com a superioridade de Gonçalo Figueiroa-José Janela, em Ford Escort MK2, que chegaram ao final a de 33,7s dos vencedores.
Na terceira posição, conseguida apenas na última PEC, terminou o ex-Campeão do Mundo de Grupo N, Rui Madeira, que nesta prova foi acompanhado por Mário Castro, com o mesmo Mitsubishi Lancer Evo III com que, há 23 anos, conquistou o título mundial.
Igualmente emocionante foi a disputa pelo triunfo na Categoria Históricos, que terminou com o triunfo da dupla espanhola Pablo Pazó-Jose Gonzales, com um Talbot Sunbeam Lotus.
Completaram o pódio duas equipas nacionais: Pedro Couceiro-António Duarte, em Opel 1904 SR, e André Pimenta-Paulo Lopes, em Mercedes 190.


Fotos de Rui Correia






Delecour: a estrela maior Delecour: a estrela maior Reviewed by Auto Vintage on 5.11.18 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.