Um senhor chamado Mikkola



Finlandês deu espectáculo e distribuiu simpatia no MotorShow do AutoClássico.

O finlandês Hannu Mikkola, campeão do Mundo de Ralis de 1983, foi a estrela maior do Motorshow do AutoClássico. O veterano nórdico distribuiu simpatia aos muitos adeptos que acompanharam o evento e que o poderem ver ao volante de um automóvel idêntico ao que conduziu em tantas provas: um Ford Escort MK II.
No tradicional evento desportivo integrado no programa do AutoClássico – certame que estabeleceu este ano um novo recorde de visitantes, com cerca de 40 mil entradas – os espectadores tiveram oportunidade de se deliciarem com as derrapagens do mítico Ford Escort, controlado por Mikkola.
Entre a concorrida sessão de autógrafos, onde distribuiu simpatia, e os momentos que passou a entreter o público na pista desenhada na Exponor ou mesmo na tertúlia do final do dia, o piloto finlandês foi fazendo algumas revelações curiosas.
Mikkola revelou ter muitas recordações de Portugal: "Entre as três vitórias que tive em Portugal – um dos meus ralis favoritos –,  talvez a mais significativa tenha sido a última, a de 1984, com o Audi Quattro, num triunfo muito duro e estratégico face aos terríveis rivais da Lancia”.
Apesar disso e de ter tido mais expressão como piloto oficial da Audi, é o Escort que continua a ser o seu carro favorito, entre as dezenas de modelos diferentes que guiou:
“É verdade que o Audi Quattro era muito mais potente e chegou a ter 550 cavalos. Mas, o Escort era, para mim, onde tudo fazia sentido, por ser um carro de tração traseira, mais divertido, fácil de guiar e mais adaptado ao meu estilo de condução”.

E se dúvidas houvesse, no Motorshow, todas elas se dissiparam com o piloto de 75 anos a dar ainda verdadeiras “lições de condução” ao volante do carro inglês nas mãos.


Um senhor chamado Mikkola Um senhor chamado Mikkola Reviewed by Auto Vintage on 10.10.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.