Ferrari perde Testarossa



Tribunal atribui o uso da marca a um fabricante de brinquedos alemão.

Estamos em Agosto, em plena "silly season" (o período do ano em que faltam os grandes acontecimentos para relatar), mas a notícia mais parece de 1 de Abril: a Ferrari acaba de perder, em tribunal, o direito a utilizar a denominação "Testarossa".
Kurt Hesse é um cidadão alemão, proprietário da fábrica Autec AG, de miniaturas, brinquedos e outros produtos. A sua empresa entendeu dar o nome Testarossa a algumas das suas criações e a Ferrari não gostou… Daí que a questão tenha ido parar a um tribunal alemão, que, para surpresa geral, reconheceu o direito da Autec AG registar a marca em seu nome.
No tribunal de Dusseldorf, a Ferrari, reconhecendo que não utiliza o nome Testarossa em nenhum modelo há mais de 20 anos, alegou que nunca deixou de prestar assistência e de fornecer peças aos proprietários dos Ferrari Testarossa, o que para o tribunal não é razão bastante para continuar a deter a marca (que não se encontrava registada em nome do fabricante italiano), uma vez que esses serviços foram prestados pela Ferrari e não por uma entidade com o nome do modelo.
A marca Testarossa já havia sido reconhecida a diversas outras empresas, mas que actuam em sectores que nada têm a ver com motores – viveiros de plantas, bebidas alcoólicas e produtos lácteos –, mas desta feita o registo teve a oposição da Ferrari.
Ainda como "Testa Rossa", a denominação foi utilizada pela primeira vez em 1957, mas veio a ganhar verdadeiro peso em 1984, quando foi apresentado, no Salão de Paris, o "Testarossa", que foi mantido em produção, com evoluções, até 1996.

Agora, resta à Ferrari recorrer (o que a marca não confirma nem desmente), para a segunda e última instância.
Ferrari perde Testarossa Ferrari perde Testarossa Reviewed by Auto Vintage on 7.8.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.