Corvette "bateu" Aurelia



Chevrolet e Lancia ultrapassaram o milhão no primeiro leilão da Worldwide Auctioneers.

Quando se esperava que o Lancia Aurelia B24 Spider America fosse o mais caro no primeiro leilão organizado pela Worldwide Auctioneers, um Chevrolet Corvette ultrapassou o carro italiano e guindou-se ao primeiro lugar. Quase dois milhões de dólares (1.980.000, para ser mais exacto) foi quanto pagou um comprador pelo Chevrolet Corvette 427/430hp L88 Convertible, de 1967.
Com as mesmas características, em 1967 só foram produzidos mais 19 Corvette. Desses, apenas 10 (incluindo o agora vendido) eram abertos e apenas este foi pintado na cor pérola prata. São atributos que a leiloeira diz justificarem o valor elevado pago pelo automóvel norte-americano.
Ultrapassando, mas pouco, o milhão (1.100.000), o Lancia Aurelia B24 Spider America preto, de 1955, colocou-se como o segundo mais caro de um catálogo que apresentava 82 automóveis, 67 dos quais foram vendidos.
Sem comprador ficaram, entretanto, um BMW M1, de 1979, e um Bugatti EB110, de 1995.
Ao contrário, com está a acontecer com a generalidade dos automóveis norte-americanos que esta semana estão a ser vendidos no Arizona, dois Shelby atingiram valores elevados: um GT350 Convertible, de 1966, foi vendido por 742.500 dólares e um GT350 Fastback, de 1965, por 379.500.
No que diz respeito a automóveis de fabrico europeu, depois do Aurelia B24, situou-se um Aston Martin DB4 Sedan "barn find" (374.000), um moderno Ferrari 575 Superamerica Convertible, carro de 2005 (313.500) e dois dos 356 que estava em licitação: 297.000 pelo Speedster de 1955 e 275.000 pelo Pre-A Cabrio, de 1953.

No total, movimentaram-se neste leilão 11,9 milhões de dólares.




Corvette "bateu" Aurelia Corvette "bateu" Aurelia Reviewed by Auto Vintage on 19.1.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.