O dia em que Jacky Ickx pôs fim à “partida Le Mans”



Belga não correu para o seu carro, mas no final acabou por ser o primeiro a passar a meta com o Ford GT40.

Fez ontem 50 anos que pela vez as 24 Horas de Le Mans tiveram uma partida “normal”. Um ano antes, o belga Jacky Ickx – que com o tempo e as sucessivas vitórias acabaria com o cognome de “Senhor Le Mans” – atravessou a pista lentamente, protestando contra a partida apeada. Os segundos que então perdeu não chegaram para o impedir de vencer.
Desde 1923 que Le Mans tinha uma forma peculiar de dar início às 24 Horas: automóveis perfilados de um lado da pista e pilotos do outro. Ao sinal de partida era necessário começar a correr, entrar no automóvel e só depois arrancar.
Com o evoluir do automobilismo, em 1969 era notório que a mítica fórmula era tudo menos amiga da segurança.
Ickx, então com 24 anos, decidiu protestar e, enquanto que os seus competidores corriam desalmadamente para os bólides, atravessou a pista a passo, dirigindo-se ao Ford GT40 com as cores da Gulf.
Foi um dos últimos a partir, mas isso não o impediu de chegar à última hora com o automóvel que partilhava com Jackie Oliver na liderança da corrida.
Uma última hora dramática (faz hoje precisamente 51 anos) já que quer o GT40 quer o Porsche 908 da dupla Gérard Larrousse-Hans Hermann, ambos com o mesmo número de voltas, se encontravam com problemas mecânicos.
Ickx, ao volante de um automóvel carinhosamente chamado de “Old Lady” – na verdade, tratava-se do chassis #1075, o mesmo carro que vencera em 1968, repetindo um feito que anteriormente só um Bentley Speed Six tinha conseguido, ao vencer em 1929 e 1930 –  foi mais feliz e cortou a meta com o Porsche 120 metros mais atrás, num dos mais renhidos finais das 24 Horas.
Um ano mais tarde, a 14 de Junho de 1970, Le Mans teve a sua primeira partida “normal”.
O dia em que Jacky Ickx pôs fim à “partida Le Mans” O dia em que Jacky Ickx pôs fim à “partida Le Mans” Reviewed by Auto Vintage on 15.6.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.