26 de Maio: dia negro na história da Ford



Em 1927 chegou ao fim a produção do Model T e 60 mil trabalhadores ouviram a expressão “lay off”.

A foto foi tirada no dia 26 de Maio… de 1927. Henry Ford e o seu filho (e sucessor) Edsel junto às instalações da marca, ao lado do velhinho “Quadricycle”, o primeiro automóvel feito por Ford, e do Model T nº 15 milhões. Nesse dia chegava ao fim a produção do mítico “Tin Lizzie” e ainda não havia um novo modelo para fabricar. Nos meses seguintes cerca de 60 mil operários ouviriam a expressão “lay off”.
O “Tin Lizzie” – como também era conhecido o Model T – tinha deixado de ser competitivo comercialmente. O mercado queria algo de novo, e o modelo de 1908, embora evoluindo, já não podia ser as resposta.
Inicialmente, Henry Ford pensou em transformar as suas linhas de montagem sem suspender o fabrico do Model T. Mas as quedas nas vendas fizeram-no mudar de ideias e, no dia 25 de Maio de 1927, a Ford anunciou que no dia seguinte pararia a produção do seu automóvel.
Foi então necessário reformular todas as fábricas. Milhares de operário foram mandados para casa e apenas a 20 de Outubro desse ano entrou em produção o “substituto” Model A, cuja primeira unidade só foi vendida a 2 de Dezembro.
Não passaram muitos anos até que a Ford voltasse a estar no topo. No mesmo dia 26 de Maio (de 1934) criou uma das maiores atracções da Exposição Mundial de Chicago – a Ford Rotunda – e no mesmo dia, mas de 1936, celebrou a produção da unidade três milhões do seu motor V8.
Menos simpático foi o que se passou um ano depois, a 26 de Maio de 1937: a chamada Battle of the Overpass, o sangrento confronto entre os sindicatos e os seguranças da Ford na fábrica de River Rouge, em Detroit.
“Unionismo, não fordismo” gritou-se então nas ruas, dando voz a uma reivindicação salarial, que só terminou três anos mais tarde, com a Ford a ceder.
Na História, a Ford e o dia 26 de Maio ainda não se separaram aqui: a coincidência termina com os mesmos personagens com que começou este texto. É que foi nesse mesmo dia, mas de 1943, que Henry Ford teve um dos seus maiores desgostos: a morte do seu filho Edsel, aos 49 anos, vítima de um cancro.
26 de Maio: dia negro na história da Ford 26 de Maio: dia negro na história da Ford Reviewed by Auto Vintage on 26.5.20 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.