Aventuras nacionais



Outros portugueses em destaque no Le Mans Classic.

Para além do inédito triunfo de Diogo Ferrão numa das categorias do Le Mans Classic, foram vários os pilotos portugueses que também marcaram presença e que, de um modo ou de outro, estiveram em destaque.
No mesmo "plateau" que Diogo Ferrão esteve a dupla portuense Rui Macedo Silva-João Macedo Silva. Era este último que se encontrava ao volante quando Rui Correia captou a sequência de imagens que encima estas linhas e que ilustra como o piloto, perdendo o mínimo tempo, saiu de uma situação mais complicada.
Quem tudo complicou, na terceira corrida da sua grelha (a 5, reservada a automóveis de 1966 a 1971) foi Carlos Tavares, o líder do Grupo PSA, que alinhou com um Lola T70 MK III, de 1969.
Na verdade a sorte não esteve com o gestor-piloto, que terminou em terceiro nas duas primeiras mangas e, quando já sonhava com uma subida ao pódio, foi obrigado a desistir, após um acidente na derradeira manga.
"Triste Le Mans Classic 2018", escreveu na sua página de Facebook, onde se confessou "terrivelmente desapontado".
Mais sorte não tiveram os três automóveis guiados por portugueses no Plateau 6, Carlos Barbot, em Lola T280 DFV, de 1972, Frederic Da Rocha em Lola T298 BMW, de 1979, e Manuel Monteiro, em carro idêntico. Nenhum conseguiu concluir as três corridas.


Carlos Tavares, Lola T70 MK III, de 1969


Francisco Sá Carneiro-João Cannas-António Simões, Chevron B16 FVC, 1970


Carlos Barbot, Lola T280 DFV, de 1972


Frederic Da Rocha, Lola T298 BMW, de 1979


Manuel Monteiro, Lola T298 BMW, de 1979



Aventuras nacionais Aventuras nacionais Reviewed by Auto Vintage on 13.7.18 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.