3 Horas de Spa



Britânicos Bryant (Ford GT40) na frente de uma grelha com 70 carros.


A edição de 2018 das 3 Horas de Spa, prova do Iberian Historic Endurance, teve como totais dominadores os britânicos Oliver e Grahame Bryant (pai e filho), em Ford GT40, que dominaram os treinos e a corrida.
Realizada ao fim da tarde, para que pilotos e equipas pudessem experienciar o que é uma prova com diferentes condições de luminosidade na pista, a corrida recebeu sete dezenas de automóveis de 12 marcas diferentes.
A sessão de qualificação deixou bem evidente que os poderosos Ford GT40 seriam fortes candidatos ao triunfo, e dando continuidade ao domínio britânico das duas equipas – os Bryant e a dupla Craig Davies-Andy Newall –, os mesmos mantiveram a primeira parte da corrida nas duas primeiras posições.
O pelotão perseguidor era liderado pelo Elva MK8, da dupla Peeters-Zurstrassen, pelo TVR Griffith da dupla Inglesa Dupont-Lambilliote e pelo Merlyn da dupla portuguesa Barbot-Matos.
No entanto, a 50 minutos do fim, a dupla Davies/Newall desistiu, deixando a frente do pelotão entregue ao Merlyn português, com o GT40 da família Bryant a tentar alcançá-lo.
Com Oliver Bryant ao volante, mantendo os níveis de concentração e velocidade, iniciou um “stint” fantástico, acabando por conseguir a liderança a 40 minutos do fim e vencer a prova e a categoria H-65B.
Com o Merlyn a atrasar-se com problemas mecânicos, o segundo lugar foi conquistado pelo Elva Mk8 da dupla Peters-Zurstrassen que cruzou a meta com apenas 0.7 décimas do terceiro lugar, pertencente à dupla Dupont-Lambilliote, no TVR Griffith.
Não foi apenas a liderança da corrida que teve lutas interessantes. Na categoria H71, a maior surpresa acabou por ser a desistência da dupla vencedora do ano passado Gomes-Claridge a duas voltas do fim, que acabou por ser ganha por Brugmans-De Borman, num BMW 2002 TI, e a segunda e a terceira posições a serem discutidas até final pelo Porsche 911 S/T português de Piero Dal Maso-José Carvalhosa, que ficou à frente do Porsche 914/6 francês de Chriqui-Douart, por apenas 4,5 segundos.
A categoria mais importante do Iberian Historic Endurance, a BRM Index Performance, acabou por ser ganha pela dupla espanhola Fernandez-Casabella em Matra Djet 5.
Para Diogo Ferrão, as corridas do Historic Endurance voltaram a provar-se emocionantes e a de Spa foi uma das melhores desde que a competição foi criada: “Não se pode pedir mais, quando assistimos ao preenchimento de uma grelha de partida com mais de 70 automóveis, muitos deles com um valor incalculável".

Depois da pausa de Verão, a próxima ronda do Historic Endurance terá lugar a  22 e 23 de Setembro, desta feita em Jerez de la Frontera.
3 Horas de Spa 3 Horas de Spa Reviewed by Auto Vintage on 26.6.18 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.