Gordini "salvou" leilão de Chantilly



Metade do catálogo da Bonhams (incluindo o BMW 507) ficou sem comprador.


Um Gordini Type 155 Barquette, de 1952 (um de dois fabricados), vendido por 690 mil dólares, foi o recordista do leilão levada a cabo pela Bonhams em paralelo com o concurso de elegância de Chantilly. A raridade francesa "salvou" o leilão.
No total, a venda movimentou 2,85 milhões de dólares, o total pago pelos 20 automóveis vendidos… de um catálogo com 41 lotes.
Entre os automóveis que ficam sem novo dono conta-se o BMW 507 que era a estrela do leilão.
Voltando ao Gordini, registe-se que se trata de um automóvel com largo palamarés desportivo, tendo sido conduzido por pilotos como Jean Behra, Juan-Manual Fangio, Principe Bira do Sião, Robert Manzon e Aldo Gordini.

Criado como monolugar, o Gordini Type 155 foi posteriormente transformado num dois lugares – a forma em que se encontra –, para participar nas 24 Horas de Le Mans.
Gordini "salvou" leilão de Chantilly Gordini "salvou"  leilão de Chantilly Reviewed by Auto Vintage on 3.7.19 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.