48 Horas Alentejo muito disputadas



Hugo Norton-Ivo Tavares (vencedores da Categoria G) foram os menos penalizados.

A edição de 2019 das 48 Horas Alentejo, prova de Regularidade inscrita no calendário da FPAK pelo Portugal Classic, foi das mais disputadas de sempre. Não tendo regulamentarmente uma Classificação Geral, o destaque vai para os vencedores da Categoria G, Hugo Norton-Ivo Tavares, que foram os menos penalizados nos 65 controlos contabilizados.
Com António Viegas-Bernardete Viegas, em Citroën 11 BL a vencerem entre os automóveis mais antigos (os da Categoria D), no escalão seguinte (a Categoria E) a luta pela vitória também não foi apertada, com João Castro Pires-Teresa Diogo, em Volvo 122S, a chegarem ao final, em Tróia, com larga margem para Paco Fernandez-Pili Calvo, em MG A, segundos classificados.
Bastante mais disputada (quatro pontos a separarem primeiros e segundos) foi a Categoria F, que chegou ao final com o triunfo da dupla Eduardo Ávila-António Caldeira, em Porsche 911 T, à frente do Jaguar E de Pedro Manso Pires-Ana Manso Pires.
Registando-se na G a vitória da (já referida) dupla Hugo Norton-Ivo Tavares, em Porsche 911 SC, à frente de Miguel Ferraz de Menezes-Rui Martins, em Alfa Romeo Zagato, a maior luta acabou por estar reservada para os mais moderno, os automóveis da Categoria H.
Pedro Carregosa-Ekta Sureschandre, em Ford Escort RS Turbo, chegaram ao fim com 23 pontos (apenas mais um do que Norton-Tavares), vencendo a categoria por apenas um ponto, a distância a que ficaram Pedro Leal Machado-Gonçalo Ribeiro Pinto, em Toyota Celica 2.0 GT-S.

Na vertente Turística o triunfo foi para a dupla Alexandre Berardo-Maria Garroa, em Alfa Romeo Sprint Veloce 1.3, que tiveram uma prova imaculada.
48 Horas Alentejo muito disputadas 48 Horas Alentejo muito disputadas Reviewed by Auto Vintage on 5.11.19 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.