3 Horas de Spa-Francorchamps




Vitória luso-britânica, de Gonçalo Gomes e James Claridge.

Quem assistiu às 3 Horas de Spa-Francorchamps certamente deu por bem empregue o seu tempo. Na corrida do Iberian Historic Endurance não faltou emoção, terminando com a vitória de Gonçalo Gomes e James Claridge, que estreavam um Lotus 47. O facto do triunfo ter sido assegurado com uma margem pequeníssima para os segundos classificados tornou-o ainda mais especial. 
As 3 Horas de Spa – que revivem da melhor forma o espírito das competições de resistência que eternizaram provas como as 24 Horas de Le Mans – tiveram este ano contornos épicos.
Realizada ao fim da tarde, para que pilotos, equipas e público pudessem experienciar o que é uma prova com diferentes condições de luminosidade na pista, o que se torna num desafio adicional para quem conduz, a corrida recebeu à partida mais de oito dezenas de automóveis. 
Antes, a sessão de qualificação deixou bem evidente que os poderosos Ford GT40 seriam fortes candidatos ao triunfo. Mas, depois das surpresas anteriores, Diogo Ferrão, da organização, antecipava que tudo podia acontecer nas três horas de corrida.
Foi isso mesmo que aconteceu.
A primeira parte da corrida foi superiormente controlada pelas duplas Nolte-Funke e Sautter-Newall, ambas em Ford GT 40. Ambas não foram capazes de manter a consistência até final. A dupla germânica, que liderava, perdeu o comando após segunda paragem para reabastecimento. Antes disso, já a segunda tinha sentido problemas no seu carro, enquanto o TVR Griffith 400 dos ingleses Brooks-Brooks-Fleming, que andava entre os primeiros, desistia, enquanto o Bizarrini de Ferrão-Szczygiel também se atrasava… quando perdeu o capot.
Sem problemas e muito consistentes, Gomes e Claridge subiram um lugar atrás do outro e acabaram por assumir a liderança. A partir desse momento tiveram de manter os níveis de velocidade e concentração muito elevados.

A comprovar isso está a pequena margem que separou os dois primeiros: menos de sete segundos, o que numa corrida com a duração de três horas é praticamente insignificante. A recuperação encetada pelo Ford GT40, na parte final da corrida, não chegou para retirar a vitória ao Lotus 47.


3 Horas de Spa-Francorchamps 3 Horas de Spa-Francorchamps Reviewed by Auto Vintage on 26.6.17 Rating: 5

No comments:

Ad

Powered by Blogger.